A noite foi de emoção e alegria no tradicional Café Lamas, que acolheu ontem a sessão de autógrafos de Marcos de Carvalho, com Minhas desmemórias – poema autobiográfico.

 

 

“Minhas desmemórias é isso, o canto de alguns daqueles jovens que pegaram em armas contra uma ditadura que ainda hoje assombra seus sobreviventes. O canto dos guerreiros da utopia.

E é canto e não quer ser mais nada.”

Marco Gutierrez

#Capitolina Ediçoes
#Marcos de Carvalho
#Minhas desmemórias
#anos de chumbo
#ditadura