Em tarde de festa no Iate Clube do Rio de Janeiro, Ariadna Antares lançou o seu

Amar… futuro saudade.

Poesia de vida inteira, profunda e inquieta.

Viajando pelo mundo, trouxe na bagagem o que de mais forte os “caminhares” lhe poderiam dar.

De tanto partir, de tanto chegar, fez nascer poemas. Que lhe saíram do fértil ventre de escritora, das maiores.

É esta, leitor, a autora que a Capitolina Edições, reverente, lhe faz chegar às mãos.